0 comentário(s)

Governadora trata da implantação de novos parques com diretoria da ABEEólica.

A governadora Fátima Bezerra recebeu nesta segunda-feira, 26, a diretoria da Associação Brasileira de Energia Eólica – ABEEólica para tratar dos investimentos no Rio Grande do Norte, que vai receber 60 novos parques nos próximos anos. Com a presidente-executiva da ABEEólica, Elbia Gannoum e com o seu diretor técnico, Sandro Yamamoto, a governadora tratou da logística de transporte das peças para as torres, licenças ambientais e segurança.

Os novos parques eólicos no RN vão contar com a tecnologia mais recente que ampliou o dimensionamento das torres, que passarão a ter pás de 74 e 93 metros de comprimento. Até agora as pás têm 50 metros. Isso exigirá uma logística diferenciada para o transporte do porto de Natal até os campos no interior do Estado.

“Estamos tratando dos novos investimentos para o Estado que vão gerar crescimento econômico, renda e oportunidades de trabalho. Nossa administração dialoga e é parceira do setor empresarial. Juntos podemos agilizar procedimentos, desobstruir gargalos e favorecer os investimentos que irão beneficiar toda a sociedade”, afirmou Fátima Bezerra.

O RN hoje é líder nacional em potência eólica, com 152 parques com 1500 turbinas em operação que geram 4 GW (gigawatts), o que é mais do que o dobro necessário para abastecer o estado, e 30% da produção de energia eólica no Brasil. A geração eólica representa 86% da energia produzida pelo RN, 14% restantes são divididos em solar e termoelétrica.

A reunião, na sede da Governadoria contou com a participação dos secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, da Infraestrutura, Gustavo Coelho, Segurança Pública, Francisco Araújo, Tributação, Carlos Eduardo Xavier, diretor geral do Idema, Leonlene Aguiar, do CEO da Dois A Engenharia e consultor da ABEEólica, Sérgio Azevedo, e Sérgio Caetano, representante do senador Jean Paul Prates.

 

Fonte: Governo do RN

0 comentário(s)

BOLSONARO APROXIMA SÉRGIO MORO DA FOGUEIRA

Fala, Cidadão!

Os embates continuam e Sérgio Moro deve fazer seu cálculo político! Entenda:

Bolsonaro desmontou as equipes de fiscalização e combate ao desmatamento na Amazônia, contra o xiitismo ideológico e ambientalista, como ele gosta de chamar.

Quando demitiu o diretor do INPE, que cumpriu com a sua obrigação de tronar público o aumento de mais de 80% no desmatamento, Bolsonaro informalmente autorizou a devastação. Devastação que vem junto com as queimadas, como mostram as fotos da NASA, em que uma coisa está relacionada a outra.

Desprotegida, a Amazônia está em chamas e chama a atenção do mundo inteiro para mais um desastre ambiental ocorrido no brasil. Bolsonaro que não admitia, passou a admitir. Antes colocava a culpa nas ONG’s. Agora já diz que podem ter sido fazendeiros.

Em meio à comoção global diante das queimadas e dos iminentes prejuízos ao nosso agronegócio, Bolsonaro arruma mais lenha pra ampliar a fogueira que cerca o seu governo e aproveita pra jogar também Sérgio Moro na fogueira, a quem prometeu liberdade na indicação dos membros da Polícia Federal e do COAF. A conversa agora mudou e aqui também temos desmonte e mais ingerência política. O COAF já foi pra fogueira, a Receita Federal se aproximou da brasa e a novidade agora é com relação à direção da Polícia Federal.

Palavras de Bolsonaro: “Se eu trocar hoje, qual o problema? Está na lei que eu que indico, e não o Sérgio Moro. E ponto final”. “O Valeixo pode querer sair hoje. Não depende da vontade dele. E outra: Ele é subordinado a mim, não ao Ministro. Deixo bem claro isso aí. Eu é que indico. […] Se eu não posso trocar o Superintendente, eu vou trocar o Diretor-Geral”, acrescentou.

Como já falei em outro comentário, Moro vem passando a mesma humilhação, o mesmo processo de fritura – ou queimada – que outros ministros passaram antes de serem demitidos sumariamente por Bolsonaro.

Um detalhe importante, além disso, é que Moro tem gerado preocupações na base Bolsonarista, pois passou a ser visto como um possível candidato, concorrente de Bolsonaro em 2022.

Nos bastidores de Brasília, circula a informação de que Moro vai se segurar até onde puder e não vai se demitir. Prefere que Bolsonaro pague pelo desgaste de sua demissão, a quem prometeu carta branca na nomeação para o combate à corrupção, mas que, agora, quer interferir para barrar as investigações contra o seu filho. Investigação só para adversários políticos. Vale só pra Chico, pra Francisco, não! Táókei?

A esta hora, em meio às chamas da Amazônia, Sérgio Moro deve estar fazendo o seu cálculo político: continua sofrendo humilhação, sendo queimado na fogueira de Bolsonaro e tenta capitalizar uma possível saída política ou se demite agora, dividindo a repercussão em meio as chamas da Amazônia, ficando sem foro privilegiado, sem governo e, de certo modo, órfão politicamente?

Pois, no espectro da Direita, os grupos já estão se organizando em torno de João Dória e Rodrigo Maia, e Bolsonaro tem admitido disputar a reeleição.

Talvez seja melhor deixar o fogo da fogueira política e ambiental baixarem para tomar uma decisão mais adiante, onde tente construir uma situação que lhe permita sair dando a volta por cima. Pois, até agora, fazendo as contas dos prós e contras, a presença de Moro no governo Bolsonaro, não tem feito a ele o bem que talvez ele esperasse, pois certamente, ele nunca imaginou que poderia terminar na fogueira do governo Bolsonaro.

0 comentário(s)

Artesãos participam de reunião preparatória para Multifeira Brasil Mostra Brasil.

O Programa de Artesanato do Rio Grande do Norte (Proarte), vinculado a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), realizou, nesta sexta-feira (23), a reunião preparatória para os 126 artesãos e oito associações selecionados para participar da 25º edição da Multifeira Brasil Mostra Brasil. A feira será realizada de 06 a 15 de setembro, no Arena das Dunas, em Natal.

Segundo a coordenadora do Proarte, Graça Leal, a reunião tem o objetivo de orientar os artesãos sobre as normas de participação, assim com seus direitos e deveres. “É uma reunião de esclarecimento de dúvidas, uma oportunidade de o artesão conhecer e opinar sobre o espaço que teremos na feira. Também é um momento de orientar e passar todas as normas que deverão ser cumpridas para que tenhamos um espaço organizado e receptivo”, explica.

Os artesãos e associações selecionados passaram por um edital e tiveram seus produtos analisados por uma curadoria que levou em consideração a tipologia, a técnica, a referência cultural e a qualidades do artesanato.

O espaço coletivo do Governo do RN terá 400 metros quadrados e será uma vitrina para divulgação e comercialização do Artesanato Potiguar. Serão comercializados produtos de diversas tipologias como: renda de Bilro, macramê, crochê, esculturas de madeira, rocha e argila; peças de fibras vegetais; bonecas de pano.

A artesã Irma Silveira vai participar pela primeira vez da feira e conta que está muito feliz por ter sido selecionada. “Eu faço artesanato como terapia e trabalho com macramê e crochê. Estou muito feliz por ter sido selecionada. Não estava esperando, pois nunca participei de feira e essa está sendo a primeira oportunidade. Espero divulgar meus produtos e conseguir encomendas. Quero que eles sejam conhecidos”, conta.

Já para a experiente mestre Artesã de São José de Mipibu, Maria do Carmo, mais conhecida como Carminha, que sempre participar da Brasil Mostra Brasil, a feira é mais uma oportunidade de valorização e divulgação do seu trabalho. “Eu sempre me candidato a essa feira, pois é uma oportunidade comercial para o meu trabalho, que é a cerâmica. Já participei esse ano da Fiart e da Fenearte e tive ótimas vendas. Espero que a Brasil Mostra Brasil seja boa para as vendas assim como as outras”, finaliza.

A Multifeira Brasil Mostra Brasil completa 25 anos e é uma das maiores feiras do ramo. São esperados milhares de visitantes que poderão encontrar uma variedade de produtos artesanais e industriais, além de praça de alimentação e setores de serviços.

 

Fonte: Governo do RN

0 comentário(s)

Prefeitura Municipal promove aulões preparatórios para o Enem

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, através da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) promove, neste sábado (24), o primeiro aulão preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. De acordo com o cronograma, os encontros acontecerão aos sábados, seguindo até o dia 26 de outubro.

Serão ministradas as disciplinas de biologia, física, redação, português, matemática, química, história, geografia e literatura. As aulas serão gratuitas, e acontecerão na Escola Municipal Vicente de França, no Amarante, das 8h às 12h.

As inscrições poderão ser realizadas no dia e local dos aulões.

 

Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante

0 comentário(s)

Prefeitura de São Gonçalo promove cursos de qualificação para moradores da zona rural do município

Com o intuito de qualificar os moradores da zona rural do município, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Saneamento (Sehab) está realizando cursos para os moradores das comunidades de Genipapo e Poço de Pedra. A qualificação ocorre em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI). 

 

Foram ofertadas 20 vagas nos cursos de de doces finos, bolos e pães decorados, salgadinhos e variedade no uso da mandioca, além 12 vagas no curso de tratorista. Regina Tinôco, secretária da Sehab, destaca a importância de ações como esta também na zona rural. “Esses cursos fazem parte de um projeto da nossa secretaria para qualificar pessoas de diversas áreas do município, fazendo com que elas também tenham oportunidade de participar das aulas e enxerguem possibilidades no mercado de trabalho. Até o ano que vem, outros cursos serão oferecidos em parceria com o SENAI”, disse. 

 

As aulas são ministradas na Unidade Móvel do SENAI e nas escolas das comunidades. Todos os alunos recebem certificados pela instituição ao final das aulas.

Além dos cursos que estão acontecendo na zona rural, no residencial Ruy Pereira, 120 alunos já receberam qualificação em diversas áreas e em outros cursos, como de corte e costura e mecânica de moto, as aulas ainda estão acontecendo.

 

Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante

0 comentário(s)

A cortina de fumaça das queimadas esconde as privatizações.

Fala, Cidadão!

Confira nosso comentário sobre a situação das queimadas na Amazônia! O que há por trás?

 

Depois de ter negado que o desmatamento da Amazônia estivesse estupidamente acelerado, acusou o diretor do INPE de desonestidade, de ser um mentiroso e o demitiu.

Mesmo diante de fotos e fatos, Bolsonaro desdenhava da realidade cruel de desmatamentos e garimpos ilegais na Amazônia.

Além disso, já entregou uma parte da Amazônia, aos americanos. Nem brasileiro entra na base de Alcantra e nas áreas de maior exploração, que remonta aos tempos do Brasil colônia, desmontou as fiscalizações com a mesma tranquilidade que desmontou o COAF, e com a qual está aparelhando a receita e a Polícia Federal.

Agora, as consequências estão tão expostas, que negar as queimadas, o desmatamento e as mudanças climáticas, está ficando difícil. insistir nisso, é como querer defender que a terra é plana.

Diante desses fatos estarrecedores, dando continuidade à sua agenda ultraliberal de direita, Bolsonaro aproveita o estado de choque de muitos brasileiros, inclusive de eleitores seus e acelera o pé nas privatizações.

Usando a mesma tática de criar tumulto e tentar confundir a opinião pública, Bolsonaro dessa vez, tenta esconder ações de privatização das empresas do Governo e a Petrobras, por trás da fumaça das queimadas da Amazônia.

Dobra a aposta da confusão e agora, admitindo uma fumaça que não pode esconder, como a das queimadas que transformaram o dia em noite em São Paulo, coloca a culpa nas ongs e acusa, junto com seu ministro do meio ambiente, de ser um incêndio criminoso.

Com a natureza ninguém brinca e ela já tem dado suas respostas. O que é triste é o fato de Bolsonaro se aproveitar dessa situação para ir tocando as privatizações.

Permite a devastação do meio ambiente com rédeas frouxas em relação ao desmatamento e devasta o Estado brasileiro, com um conjunto de privatizações sem estar dentro de um programa. Sem discutir preços com a população e sem dizer quanto e quando será arrecadado e qual será o destino e aplicação do dinheiro, e sem exigir dos compradores prazos de investimentos e preços razoáveis para os consumidores brasileiros.

A venda do patrimônio brasileiro não resolverá nossos problemas, muito menos sem nenhum planejamento. Vamos terminar sem matas e sem ativos para impulsionar o nosso desenvolvimento.

É grave e triste, mas o que vemos é a real cortina de fumaça das queimadas dividindo as atenções com as privatizações.

0 comentário(s)

ENTREVISTA DO BOA TARDE CIDADÃO: LEON AGUIAR, DIRETOR GERAL DO IDEMA.

Fala, cidadão!

 

Nesta quinta-feira (22/08), o Boa Tarde Cidadão contou com a presença de Leon Aguiar, diretor geral do IDEMA! Que além de comentar sobre a repercussão nacional da questão das queimadas na Amazônia, trouxe questões locais importantes, como as ações de conscientização do IDEMA, as fiscalizações, o crescimento sustentável e mais!

 

Confira o vídeo da entrevistaBoa Tarde Cidadão.

0 comentário(s)

Governo apresenta readequação do Conselho Estadual de Segurança Pública

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), apresentou à Assembleia Legislativa estadual, nesta quarta-feira (21), uma proposta de projeto de lei para readequar o Conselho Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (CONSESP) e o Fundo Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (FUNSEP).
O projeto de readequação entregue para tramitação e votação na ALRN possui caráter de urgência, e tem o intuito de alinhar o estado ao Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). A importância deste alinhamento está diretamente ligada ao repasse de verbas para Segurança Pública e Defesa Social, oriundas do Governo Federal. Atualmente, somente três estados estão habilitados a receberem estes repasses: Amapá, Ceará e Distrito Federal.
O presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, colocou-se a disposição para dar celeridade ao projeto de Lei que precisa ser aprovado pela Casa Legislativa. “Desde já colocamos esta Casa a disposição para somar nessa luta em busca de recursos para a segurança pública do Estado. Assim como sempre fizemos, convocaremos todos os colegas deputados para que esse projeto de Lei possa tramitar com urgência nas comissões da Casa e, em seguida, ser votado em plenário”, disse Ezequiel.
Com atuação consultiva, sugestiva e de acompanhamento social, o CONSESP atua de forma propositiva em políticas de Segurança Pública, enquanto o FUNSEP é o fundo destinado a financiar o desenvolvimento dos órgãos operacionais que integram a Sesed, sendo utilizado em projetos para promover a modernização e eficácia do Sistema Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social.
“A partir dessa readequação, estamos alinhados com uma das exigências do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública). Com isso, o Rio Grande do Norte irá receber os recursos fundo a fundo do Governo Federal”, destacou o secretário da Segurança do RN, coronel Francisco Araújo.

0 comentário(s)

Prefeitura de São Gonçalo realiza primeira feira agropecuária do município

 

Nos dias 29, 30 e 31 de agosto, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante/RN, na Grande Natal, vai promover a primeira feira agropecuária do município, a “Agrofest”, na comunidade Poço de Pedra, zona rural.

Acesso à linha de crédito, capacitação, oficinas, exposição, concurso de leiteiro, corrida de jegue, mostra de artesanato e atrações culturais vão movimentar o setor agropecuário da região.

 

Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante