0 comentário(s)

[COMENTÁRIO] ATAQUES CONSTANTES À DEMOCRACIA TÊM QUE SER CONTIDOS.

 

Desde o momento da votação do processo de impeachment, chamou a atenção até mesmo dos que votaram pela derrubada da Presidente Dilma, o fato de que o então Deputado Federal Jair Bolsonaro homenageou um dos assassinos do pior momento da ditadura militar, General Brilhante Ustra. Pior que isso, foi o episódio não ter resultado em nenhuma punição a algo que fere mortalmente a democracia, dentro da casa da democracia.

Dentre outros motivos e circunstâncias, esse silêncio ajudou a parir na Presidência da República este senhor, que diariamente, junto com seus filhos, atacam os valores e princípios democráticos e seguem ilesos.

A democracia não é um regime onde todos podem tudo, sem limites e sem regras. Isso, caracteriza o avesso da civilização, a barbárie, o “olho por olho, dente por dente”.

Bolsonaro e seus filhos, mesmo que em alguns momentos, ataquem com palavras, gestos e ações a democracia, para fazer cortina de fumaça e desviar o foco das questões mais sérias, ultrapassam sem contenção todos os limites. E, sempre, após repercussão negativa e reações das instituições, dão declarações, literalmente da “boca pra fora”, pedindo desculpas apenas para preservar os seus mandatos, dizendo que foi um erro, e fica por isso mesmo.

Homenagem ao torturador Brilhante Ustra, frase de que para fechar o supremo bastava um cabo e um soldado, de que pelo caminho democrático não seria possível resolver os problemas do país, comparação das instituições a hienas, ameaça de um novo AI-5, ataques diários à imprensa, uso explícito da Polícia Federal como uma polícia política que foca adversários, aparelhamento da Receita Federal, desmonte do COAF, juiz e promotores imparciais, escolha pessoal e fora da lista, aparelhando a Procuradoria Geral da República, além de outros.

Há uma sucessão de fatos graves acontecendo e aos poucos vai se tentando naturalizar, banalizar, deixar para lá, e uma polêmica fabricada vai ajudando a esconder a outra. Tudo vai ficando pra trás, com cara de passado, de assunto encerrado. Não há um freio, nenhum recado forte, nada que não passe de declarações verbais, de protestos e reprovações, e na prática, segue a família com este tipo deplorável de comportamento, que infelizmente influencia e encoraja pessoas que pensam do mesmo modo. E assim, a democracia pouco a pouco vai morrendo, por modos e caminhos tão sutis, que não se sabe qual será o desfecho.

Tem que haver um basta enérgico. Para se tentar conter esses ataques diários e isso, no mínimo, significa a cassação do mandato do Deputado Federal Eduardo Bolsonaro. Ou os representantes das instituições dão um forte aviso, um basta nisso tudo e se restabelece o respeito, ou as instituições, que já sofrem desgastes por tudo que têm passado, serão engolidas uma a uma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *