• 0Comentários

    FIERN e Sebrae lançarão dia 22 o projeto Produto Potiguar em São Paulo

    Foto: reprodução

    Uma delegação de mais de 20 empresários do Rio Grande do Norte estará nestas quinta-feira e sexta-feira, dias 22 e 23, em São Paulo para lançar o projeto “Produto Potiguar”. Fabricantes e compradores irão fazer rodadas de negócios e visitas técnicas no mercado paulista. A expectativa é boa uma vez que algumas empresas locais já fizeram negócios antes mesmo do lançamento.

     

    O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, e o superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, lideram a comitiva potiguar. O encontro de negócios e as visitas técnicas, em São Paulo, serão mais uma etapa do Projeto Produto Potiguar, lançado em abril deste ano, com o objetivo de ampliar o mercado consumidor de empresas do Rio Grande do Norte. O Sistema FIERN e o SEBRAE-RN firmaram convênio, neste programa, para prospecção e abertura de mercado paulista às empresas potiguares.

     

    Foram realizadas pesquisas a respeito do potencial dos produtos, na qual se constatou que o mercado paulista está em crescente busca de inovação e alimentos com características “gourmet”, com alto valor agregado e com diferenciais de qualidade em relação a outros alimentos e bebidas já comercializados no estado. A pesquisa qualitativa de mercado identificou um público potencial estimado em cerca de 4,7 milhões de pessoas no mercado paulista para produtos regionais, como carnes, queijos, compotas e cachaças nordestinas.

     

    As empresas potiguares que aderiram ao projeto foram distribuídas em quatro grandes grupos dentro do segmento de alimentos e bebidas. Elas tiveram de passar por etapas de preparação antes de chegarem ao mercado paulista, exigente em qualidade e diferenciação.

     

    A estimativa é que participem da rodada de negócios mais de 60 compradores que atuam nos setores de Food Service, Varejo, Hotéis, Bares Restaurantes, Supermercados, Atacarejos, Empórios Orgânicos e Naturais e Casas de Produtos Regionais, instalados no mercado paulista.

     

    Fonte: FIERN 

Comentários

Deixe seu comentário

  • Marque para poder comentar: