• 0Comentários

    Mercado de São Gonçalo ganha novas instalações após reforma

    Foto: reprodução

    A Central de Comercialização e Apoio ao Pequeno Produtor Maria Basílio Nascimento de Lima (Dona Bibi), também conhecido como Novo Mercado, inaugurado em 2012, é um espaço amplo que funciona diariamente das 6h até às 14h, horário que irá se estender com a chegada de novos serviços, como é o caso do RN Card, empresa especializada em cartões de passagens eletrônicas para transporte público intermunicipal.

     

    O mercado agora conta também com nova iluminação e novo suporte para limpeza do local. As obras prometem dar mais visibilidade ao espaço, que conta com 41 boxes e 36 comerciantes cadastrados.

     

    Atualmente, o espaço conta com serviços de açougue, costura, hortifruti, restaurantes, espaço para ervas e artesanato. A expectativa é que, logo após a reforma, o artesanato religioso também ganhe espaço no local. Além disso, um box está reservado para oferta de cursos de qualificação (que serão fornecidos pela prefeitura) para melhorar o atendimento aos clientes. O mercado também disponibiliza um grande espaço para estacionamento de veículos.

     

    Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante 

    0Comentários

    Aluno do SESI Natal se classifica para etapa nacional da Mostra de Foguetes

    Foto: reprodução

    Dedicação, foco e muito estudo garantiram ao estudante Danilo Mendes, aluno da 3ª série do Ensino Médio da rede de ensino SESI-RN, a participação na 12ª Mostra Brasileira de Foguetes. A MOBFOG é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), entre alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio em todo território nacional.

     

    A mostra tem por objetivos fomentar o interesse dos jovens pela Astronáutica, Física, Astronomia e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando num mutirão nacional, alunos, professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais e escolas, e instituições voltadas às atividades aeroespaciais.

     

    A construção dos foguetes com garrafas pet e bases de lançamentos é inteiramente realizada pelos alunos, que devem cursar o Ensino Médio e estudar em uma escola pública ou privada, mas somente aqueles que alcançam as maiores distâncias e atingem pelo menos 100 metros são classificados para a etapa nacional da MOBFOG, chamada “Jornada de Foguetes”.

     

    É o caso de Danilo, aluno do SESI-RN. Orientado pelo professor Josinaldo Araújo, conseguiu um excelente alcance no lançamento do protótipo e foi classificado para participar da XVII Jornada de Foguetes, que será realizada no período de 30 de outubro a 02 de novembro, no Hotel Fazenda Ribeirão, no Rio de Janeiro.

     

    Na oportunidade, além de lançarem seus protótipos, as equipes apresentarão seus foguetes e bases, bem como farão rápida apresentação de 5 minutos a banca examinadora acerca do projeto desenvolvido.

     

    Idealizado em 2009, a Jornada de Foguetes é um evento que reúne cerca de 100 equipes de alunos do ensino médio que conseguiram lançar seus foguetes o mais distante dentre todas as equipes participantes da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). O evento é aberto à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, previamente cadastradas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA).

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Artesanato são-gonçalense recebe quiosque no Aeroporto Internacional Aluízio Alves

    Foto: reprodução

    Com uma produção de mais de 60mil peças por ano, o artesanato de São Gonçalo é um dos mais diversificados do estado. São produtos de fibra, cerâmica e MDF que fazem os artigos produzidos ganharem cada vez mais espaço em feiras regionais e até nacionais. Cerca de vinte artesãos credenciados no Mercado de Artesanato Dona Neném Felipe produzem as peças com matéria-prima oriunda do próprio município.

     

    Ainda neste mês de agosto, o artesanato são-gonçalense ganha um novo local de exposição e venda das peças. O quiosque que abrigará artefatos de artesãos de todo o município fica na porta de entrada do estado: o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo. O espaço fica em uma área nobre do aeroporto, logo em frente ao ponto de embarque.

     

    Jeane Ferreira da Silva, coordenadora do mercado, fala sobre o crescimento do artesanato na cidade. “Nosso trabalho possui uma história que perpassa gerações e também soma como fonte de renda para muitas famílias. Sabemos que os artesãos precisam de qualificação e espaço para se adaptar ao mercado e estamos atentos a esta realidade para manter e resgatar a produção dessas peças que tanto enriquecem nossa região”.

     

    A Prefeitura de São Gonçalo por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDET) e da Fundação Cultural Dona Militana, firmaram parceria com o SEBRAE, para realização de cursos com o objetivo de agregar valor às peças que são produzidas na cidade. Há, ainda, a possibilidade de uma parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o intuito de verificar possíveis avarias no material. Além disso, a Prefeitura ainda auxilia os artesãos para favorecer sua participação em feiras estaduais e nacionais.

     

    Os artesãos do mercado são de várias localidades de São Gonçalo. Muitos deles produzem suas peças, sobretudo as cerâmicas, no próprio espaço do mercado.

     

    Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante

     

    0Comentários

    Encontro Nacional do Procompi será em Natal nestas quinta e sexta-feira

    Foto: reprodução

    O Encontro Nacional de Gestores do PROCOMPI (Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias) será nestas quinta e sexta-feira, dias 16 e 17 de agosto, no auditório do Serhs Natal Grand Hotel. O encontro começará, às 8h30 da quinta, com os pronunciamentos de abertura do presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, do diretor superintendente do SEBRAE-RN, José Ferreira de Melo Neto, e dos gerentes da CNI João Emílio Gonçalves (Executivo de Política Industrial) e Kelly Cristina Sanches (Unidade de Atendimento Setorial Indústria). A gestora nacional do Programa, Suzana Peixoto, também vai participar do evento.

     

    Durante o encontro, serão apresentadas e compartilhadas as ações do PROCOMPI desenvolvidas nos diversos estados e haverá debates e dinâmicas para o aperfeiçoamento das práticas de gestão por parte dos comitês do Programa.

     

    O PROCOMPI é uma parceria da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Sistemas Indústrias dos Estados para a execução de ações que visam elevar a competitividade das empresas industriais de pequeno porte, por meio do estímulo à cooperação, à organização do setor e ao desenvolvimento empresarial e territorial.

     

    No Rio Grande do Norte, o PROCOMPI é desenvolvido desde 2004, com o apoio de setores industriais relevantes para a economia regional. Na atual edição, iniciada em 2016, o IEL/RN possui cinco projetos aprovados, e em execução, pelo Programa, para cinco setores industriais distintos: Água Mineral, Polpas de Frutas e Sorvetes, Reciclagem, Gráfico e Cerâmica Vermelha.

     

    No primeiro dia do encontro, após a abertura, haverá palestra, a partir das 9h30, de Klauss Durães, com o tema “Surpreendendo o Cliente”. O Comitê Nacional do Procompi fará, em seguida, por volta das 10h15, uma apresentação dos resultados nacionais obtidos. Caberá aos consultores da CNI, Glauciele Lerner e Rodrigo Carrijo, a coordenação de uma dinâmica para que os representantes de cada estado façam um relato dos resultados e ações realizadas.

     

    No segundo dia, sexta-feira (18), haverá exposições de casos de sucessos e impactos do PROCOMPI, desenvolvidos em quatro estados e setores: Rio Grande do Norte, na indústria de Água Mineral; Distrito Federal, na Tecnologia da Informação; Santa Catarina, em Madeira e Móveis; e Minas Gerais, na Construção Civil. Depois os consultores da CNI vão responder sobre questões relacionadas à implementação dos projetos.

     

    Antes do encerramento do encontro, será apresentada uma prestação de contas dos projetos, por Cristiano Silva e Larissa Almeida (Comitê Nacional) e Diana Prado e Vinícius Paz (Gerência de Convênios da CNI); além do Game Jornada PROCOMPI, um jogo interativo para aprendizado sobre aspectos técnicos do programa.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Edição revisada do MAIS RN será lançada dia 16 e entregue aos candidatos ao governo

    Foto: reprodução

    Atento ao processo eleitoral em curso e com intuito de contribuir para o projeto de desenvolvimento do Estado, a FIERN lançará na próxima quinta-feira, dia 16 de agosto, a edição revisada do MAIS RN. O documento traz análises e dados comparativos atualizados, além de apresentar propostas do setor produtivo potiguar para o desenvolvimento. O evento será na Casa da Indústria, às 16 horas.

     

    A edição atualizada do MAIS RN vai detalhar os pontos fortes e as potencialidades econômicas do Estado, além de suas debilidades e vulnerabilidades. E será apresentada também aos candidatos ao governo do Estado, que, com isso, poderão utilizar as informações, diagnósticos e propostas que constam no estudo na elaboração dos programas de governo e nas discussões sobre a situação atual e os rumos que deverão ser assegurados ao RN. A entrega do documento aos candidatos será feita durante a realização do I Fórum FIERN Caminhos do RN, nos dias 20,21 e 22 de agosto.

     

    Com a nova versão, a FIERN busca atualizar a descrição completa dos setores da economia potiguar que apresentam melhores condições de crescimento, assim como as áreas e serviços públicos nos quais são necessárias medidas para destravar o desenvolvimento.

     

    Elaborado pela Macroplan, o estudo revisado está dividido em quatro eixos: o RN numa perspectiva comparada – com outros estados; Pontos fortes, potencialidades e melhorias recentes do RN; Debilidades, vulnerabilidades e estrangulamentos críticos; Propostas dos empresários para 2019/2022.

     

    O MAIS RN aponta a posição em que o Estado em relação a diversos indicadores como educação, segurança pública, infraestrutura, saúde, emprego, entre outros, no ranking dos estados brasileiros. Em que evoluiu e no que precisa avançar, com sugestões e propostas para gestão e investimentos.

     

    Esta visão ampla do Estado, numa perspectiva comparada, aponta potenciais e desafios que o próximo Governo terá pela frente, além de fornecer uma agenda estratégica para o crescimento da economia e reequilíbrio das contas públicas do RN nos próximos quatro anos.

     

    A primeira edição do MAIS RN foi lançada em julho de 2014 e já apontava os caminhos para o Rio Grande do Norte superar as dificuldades, projetando um processo contínuo de desenvolvimento até 2022.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    SENAI/RN lança vagas em cursos pela Gratuidade Regimental

    Foto: reprodução

    Estão abertas vagas para os cursos de Gratuidade Regimental do SENAI RN. Para ter acesso as vagas o interessado deverá acessar o portal da transparência (https://www.rn.senai.br/gratuidade). As oportunidades de cursos gratuitos nas Unidades Operacionais do SENAI são sob demanda e visam atender o compromisso nacional do SENAI com o Governo Federal para oferta de Gratuidade Regimental.

     

    No Site oficial do SENAI/DR-RN, o candidato poderá consultar as vagas, turmas, período de inscrição, requisitos de acesso ao curso e horários. Todas as ofertas abertas destinadas a comunidade ficarão disponíveis para visualização, conforme a programação cursos de cada Escola do SENAI/DR-RN.

     

    A consulta poderá ser feita por município, área tecnológica e curso. Além dessas informações sobre oportunidades, o módulo também demonstra a execução das metas de gratuidade, conforme o planejamento estratégico do SENAI.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Sistema FIERN participa de Workshop das Famílias Empreendedoras

    Foto: reprodução

    O empreendedorismo familiar, com foco em troca de conhecimentos próprios ao universo das empresas, será tema de evento que acontece em Natal, no dia 28 de agosto, o Workshop das Famílias Empreendedoras.

     

    Na programação um painel composto por cases de empresários referentes à sucessão familiar empresarial, entre eles o diretor de inovação do Sistema FIERN, Djalma Barbosa Júnior, da Água Mineral Cristalina.

     

    Também fará parte do painel o empresário Gilvan Trigueiro Júnior, do Grupo G. Trigueiro, que vai compartilhar suas experiências como gestor de empresa familiar.

     

    Temas como planejamento sucessório na ótica jurídico-tributária e gestão nas empresas familiares serão abordados nas duas primeiras palestras, conduzidas pelos professores paulistas Marcelo Godke Veiga e Ana Carolina Monguilod.

     

    O workshop será realizado no Hotel Holiday Inn Arena das Dunas, das 16 às 21 horas, com palestrantes experientes em aspectos de gestão e sucessão familiar que vão apresentar-se para fundadores, sucessores, executivos, advogados, contadores e profissionais habilitados no assunto.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    IEL e CNPq lançam programa de intercâmbio da indústria com parceiros internacionais

    Foto: reprodução

    Voltado para a interação entre a indústria nacional e centros de conhecimento internacionais, o recém-criado Programa Inova Global está com inscrições abertas para empresas interessadas em fomentar projetos de pesquisa tanto no exterior, quanto no Brasil, por meio do intercâmbio de pesquisadores-bolsistas.

     

    O prazo termina no dia 30 de agosto. A iniciativa foi idealizada pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) e será conduzida em uma parceria entre o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e o Centro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

     

    O programa tem como origem a agenda de “Inserção global via inovação” e busca o fortalecimento de arranjos na área de ciência, tecnologia e inovação, além da capacitação de talentos inovadores.

     

    De acordo com a superintendente Nacional do IEL e diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gianna Sagazio, o Inova Global irá conectar a indústria brasileira a parceiros internacionais de referência em inovação. “O Inova Global vai promover a troca de experiência com instituições de referência em inovação. A nossa ideia é auxiliar a indústria brasileira na construção de conhecimento aplicável e na consolidação de parcerias internacionais”, detalha Gianna.

     

    “Os intercâmbios viabilizarão transferência de conhecimento e habilidades entre institutos de tecnologia no exterior, empresas de classe mundial e a indústria que atua no Brasil”, acrescenta a superintendente do IEL.

     

    Os formulários para as propostas de participação estão disponíveis desde o último dia 24. Todas as orientações, sugestões e demais questões referentes ao programa devem ser encaminhadas ao IEL, pelo site www.programainovaglobal.com.br.

     

    BENEFÍCIOS – Entre os benefícios do Inova Global estão o acesso à rede de parceiros internacionais; custo competitivo para a execução de projetos de inovação; segurança jurídica para enviar e receber pesquisadores; monitoramento dos intercâmbios; e avaliação de resultados.

     

    Para participar, a empresa precisa apresentar um projeto de inovação, prevendo a viagem de um bolsista para intercâmbio em outra empresa ou o recebimento de um pesquisador estrangeiro. Durante todo o processo, a empresa receberá o apoio do IEL, desde a escolha do bolsista até a execução do plano de trabalho.

     

    Já o pesquisador selecionado deverá elaborar um plano de trabalho com as instituições participantes e conduzir as atividades de pesquisa e desenvolvimento do projeto de inovação.

     

    As despesas do intercâmbio serão custeadas por meio de uma bolsa subsidiada pelo CNPq que inclui mensalidade, passagens aéreas, auxílio instalação e seguro saúde.

     

    # PASSO A PASSO

    1. Inscrição
    – Submeta o projeto de inovação e aguarde análise do CNPq quanto ao enquadramento.

    2. Deu match!
    O IEL te ajuda a identificar e negociar termos do intercâmbio com o parceiro internacional.

    3. Formação de time –
    É hora de constituir a equipe de pesquisa, que inclui o bolsista, um tutor brasileiro e um tutor estrangeiro.

    4. Formalização
    – Elabore o plano de intercâmbio e as regras de propriedade intelectual. Nesta etapa, a empresa deve transferir para o IEL os recursos para bolsa, auxílios e pacote de serviços.

    5. Mãos à obra –
    Enquanto o intercâmbio está em andamento, o tutor designado pela instituição receberá o apoio do IEL para acompanhar a execução.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Empresários e colaboradores recebem capacitação para a Liquida Natal

    Foto: reprodução

    Os lojistas e colaboradores que aderiram à Liquida Natal deste ano participaram, nesta quinta-feira, 09, do primeiro workshop de capacitação, que será concluída ao longo deste mês. Nas próximas semanas serão mais três edições dos workshops, sendo os dois próximos no auditório do IFRN e, o último, no auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo. O período da campanha deve ser anunciado pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojista) até o fim de agosto.

     

    A Liquida Natal — que tem apoio do Sistema FIERN — oferece treinamento para os profissionais de vendas das empesas que participam desta campanha promocional de incentivo à economia da cidade. De acordo com o presidente da CDL Natal, Augusto Vaz, a iniciativa cumpre dois papéis importantes: Contribuir para a melhoria da prestação de serviço do comércio e o aumento nas vendas.

     

    “Nossa campanha foi criada para movimentar as atividades do setor em um período, antes, considerado ruim de vendas. Hoje já conseguimos reverter. A Liquida Natal é considerada a segunda melhor data em vendas do comércio de Natal. Em relação aos treinamentos, capacitação sempre agrega e, claro, têm resultados positivos”, afirmou.

     

    O Sistema FIERN foi representado, no primeiro workshop, pela superintendente regional do IEL-RN, Maria Angélica Teixeira. A próxima edição da capacitação será na quinta-feira (16), com uma palestra de Kiko Kislanski sobre “Vendas com Significado”.

     

    Confira a íntegra da programação dos workshops e os palestrantes

     

    1º WORKSHOP

    Palestrante: Fred Alecrim

    Tema: 4 passos para vender mais e melhor

    Realizado no dia 09/08/2018

     

    2º WORKSHOP

    Palestrante: Kiko Kislanski

    Tema: Vendas com Significado

    Dia: 16/08

    Hora: 18h30min.

    Local: IFRN Central

     

    3º WORKSHOP

    Palestrante: João Kepler

    Tema: Protagonismo, Empreendedorismo, Inovação, Liderança e Foco.

    Dia: 23/08

    Hora: 18h30min.

    Local: IFRN Central

     

    4º WORKSHOP

    Palestrante: Os Melhores do Mundo

    Tema: O Melhor Negócio do Mundo

    Dia: 30/08

    Hora: 18h30min.

    Local: Auditório da Escola de Governo

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    FIERN, SEBRAE e Redepetro discutem agenda para o setor petrolífero do estado

    Foto: reprodução

    A retomada de investimentos e restruturação do setor petrolífero do Estado foi o tema principal de reunião entre a Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-RN) e a Redepetro-RN, realizada nesta quarta-feira (8). O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, recebeu o superintendente do SEBRAE-RN, Zeca Melo, gestores e membros da Redepetro-RN e do Comitê Gestor, na Casa da Indústria.

     

    O setor de petróleo e gás é um dos mais expressivos para a economia do Rio Grande do Norte e responde por 13% do PIB do Estado. Nos últimos anos, a cadeia produtiva do petróleo vem sofrendo com a retirada de investimentos e venda de ativos da Petrobras. Durante o encontro, a Redepetro apresentou uma radiografia das potencialidades e reflexos econômicos da indústria do petróleo. A entidade reúne no Estado empresas de todos os portes, fornecedoras de bens e serviços para a cadeia produtiva de petróleo, gás natural e energia.

     

    O presidente Amaro Sales destacou que a indústria do petróleo está contemplada na agenda estratégica para o desenvolvimento do Estado, planejada para os próximos 20 anos, o programa MAIS RN. O estudo está em fase de revisão, será lançado dia 16 de agosto, na Casa da Indústria, e adicionará propostas do setor produtivo e atualizará dados e análises comparativos.

     

    O setor de petróleo e gás, frisa Amaro Sales, é de extrema importância para o RN, devido sua empregabilidade, participação no PIB e vem sentindo os reflexos da crise da Petrobras, com a redução de investimentos. “Esta reunião é para que a FIERN possa, junto com os representantes do petróleo e gás do estado, apoiar e construir uma agenda de ações estratégicas para o setor”, enfatiza o presidente da FIERN.

     

    O superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, defende que a retirada dos investimentos da Petrobras deve ser vista como oportunidade para as pequenas empresas que já atuam no setor, possam se organizar para assumir a exploração de poços maduros. “A classe empresarial do RN precisa ter participação ativa na construção de alternativas para a retomada desta atividade, construir um modelo de negócio que a iniciativa privada tenha protagonismo”, disse.

     

    Para o dirigente da Redepetro-RN, Gutemberg Dias, o encontro é uma oportunidade de dialogar com a Federação das Indústrias sobre a necessidade da retomada dos investimentos. Ele considera fundamental a participação da Federação na discussão do tema junto ao setor produtivo e instituições governamentais, pelo potencial aglutinador da FIERN junto a classe empresarial, bem como apoio na participação de feiras e na realização da edição 2018 do Fórum de Petróleo de Mossoró.

     

    Participaram também da reunião o diretor vice-presidente da FIERN, Francisco Vilmar Pereira, o secretário executivo da Redepetro-RN, Emery Costa Júnior, os membros do comitê gestor/Empresário da Redepetro-RN, Jevânia Souza, José Nilo, Paulo Coelho e Francisco Barreto, o superintendente de relações institucionais do Sistema FIERN, Hélder Maranhão; o superintendente jurídico da FIERN, Davis Costa. Do Sebrae-RN, estavam presentes o diretor de operações, Eduardo Viana, a gerente da Unidade de Indústria, Lorena Roosevelt, e o gestor de Projetos de Petróleo e Gás, Robson Matos.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Boi Calemba Pintadinho de São Gonçalo do Amarante participa de Festival Folclórico em SP

    Foto: reprodução

    Nesta quinta-feira (09), o Boi Calemba Pintadinho do Mestre Dedé Veríssimo, uma das mais importantes manifestações culturais do Rio Grande do Norte, estará representando a cidade de São Gonçalo do Amarante no Festival do Folclore (Fefol) de Olímpia (São Paulo), um dos festivais mais tradicionais do Brasil.

     

    A participação do Boi Calembra Pintadinho é um importante intercâmbio cultural, que leva a cultura são-gonçalense para todo país. O grupo é apoiado pela Fundação Cultural Dona Militana, por meio da Fundo Municipal de Cultura.

     

    O Boi Calemba Pintadinho realiza um trabalho de valorização e resgate da cultura popular no município, onde as crianças e jovens recebem ensinamentos culturais da cidade que é berço da cultura popular do Rio Grande do Norte. Em 2011, o grupo participou pela primeira vez do Fefol e emocionou os presentes com as danças, sons e cores do Boi de Reis.

     

    Amanhã, a partir das 19h45, acontece a primeira apresentação do grupo de São Gonçalo do Amarante no palco principal, com transmissão ao vivo no facebook do evento. Além disso, outras apresentações devem ocorrer ao longo do festival.

     

    Você pode conferir toda a programação através do link do festival (https://bit.ly/2KC2Hmw).

     

    Fonte: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante 

    0Comentários

    IEL-RN realiza curso para empresas sobre o sistema de informações eSocial

    Foto: reprodução

    O Instituto Euvaldo Lodi (IEL–RN) realizou nesta terça-feira (7), na Casa da Indústria, o curso “Capacitação Empresarial em eSocial e EFD/FEINF”, ministrado pela contadora e membro da comissão de compliance da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RN), Lieda Amaral.

     

    Entre as empresas participantes da palestra está a Rede Tropical, da área da comunicação televisiva, que enviou funcionárias para o curso. “Considero muito importante participar desse curso sobre o eSocial, este é um sistema cheio de detalhes, sendo muito necessário o curso que nos acrescenta conhecimento”, disse Elaine Guedes, assistente administrativa da empresa.

     

    De acordo com Lieda Amaral, o eSocial veio para unificar a prestação da informação referente à escrituração. “Unifica tudo sobre obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas”, explicou a consultora, que fez questão de enfatizar no curso, que o novo sistema muda o processo de trabalho e a dinâmica de produção da informação.

     

    Criado em 2013, o eSocial é um sistema de dados que unifica a prestação, por parte do empregador, de informações relativas aos empregados. Dados como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e de Informações à Previdência Social (GFIP) e informações pedidas pela Receita Federal são enviados em um único ambiente ao governo federal.

     

    NOVAS TURMAS – Estão abertas as inscrições para novas turmas deste mesmo curso nas cidade de Natal e Mossoró, confira as datas e horários:

     

    EM MOSSORÓ

    Data: 25 de agosto de 2018
    Carga Horária: 8 horas
    Horário: 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00.
    Local: SENAI – Mossoró

     

    EM NATAL

    Data: 04 de setembro de 2018
    Carga Horária: 8 horas
    Horário: 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00.
    Local: Casa da Industria

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Estudo do SENAI aponta algumas das ocupações que devem surgir até 2028

    Foto: reprodução

    O mercado de trabalho vai se transformar diante da 4ª Revolução Industrial. Nos próximos 5 a 10 anos, a previsão é que surjam 30 novas profissões, de nível médio e superior. Estudo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) mostra que as ocupações estão distribuídas em oito áreas, nos segmentos Automotivo; Alimentos e Bebidas; Máquinas e Ferramentas; Petróleo e gás; Têxtil e Vestuário; Química e Petroquímica; Tecnologias da Informação e Comunicação, e Construção Civil. Assista ao vídeo clicando aqui

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Maior desafio para o Brasil é apoiar empresas e capacitar para a Indústria 4.0

    Foto: reprodução

    O caminho para o Brasil alcançar a realidade da Indústria 4.0 ainda é longo. No entanto, as empresas que não começarem a se adequar em relação à transformação digital já em curso ficarão para trás e não sobreviverão. Essa é a avaliação da diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e superintendente Nacional do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Gianna Sagazio, que participou nesta terça-feira (7), em São Paulo, de um debate sobre Indústria 4.0 no Vototalks Festival, evento comemorativo dos 100 anos da Votorantim.

     

    Gianna apresentou resultados do Projeto Indústria 2027, realizado pela CNI e o IEL, com execução técnica das universidades Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), segundo o qual apenas 1,6% das empresas nacionais operam na fronteira da tecnologia. De acordo com os dados, daqui a 10 anos pouco mais de 20% das indústrias estarão no patamar da Indústria 4.0.

     

    Diante dos dados que mostram um cenário de atraso no país, Gianna destacou que o grande desafio será apoiar as empresas a inovarem e capacitar pessoas para a realidade da quarta revolução industrial. “Grandes empresas competitivas que valorizam a inovação têm estratégias que precisam ser replicadas. O desafio é disseminar essas boas práticas para pequenas e médias empresas para fomentar a nossa indústria”, pontuou.

     

    A superintendente do IEL acrescentou que, diferentemente de países que investem alto em inovação, o Brasil ainda tem uma cultura “que condena as pessoas pelos erros”. Segundo ela, inovar significa apostar e correr o risco de errar algumas vezes até acertar. “Os países que são mais desenvolvidos elegeram a inovação como estratégia de desenvolvimento. A inovação é um investimento de longo prazo e que envolve risco, mas os países que não apostarem nessa agenda não serão globalmente competitivos. Temos um setor empresarial avançado e ótimas escolas, mas precisamos acelerar essa agenda no país”, completou Gianna.

     

    CRIATIVIDADE – Para o diretor técnico global da Votorantim Cimentos, Álvaro Lorenz, é essencial que o processo de transformação digital priorize a qualificação de pessoal. “Todo o processo de transformação digital começa pelas pessoas. A capacitação de pessoal é fundamental nesse processo da quarta revolução industrial, que tem tudo a ver com a criatividade”, afirmou.

     

    Também participante do debate, moderado pelo jornalista da Revista Exame Jose Eduardo Costa, o coordenador de Inovação e Desenvolvimento de Mercado da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), Giuliano Fernandes, alertou que a tecnologia será uma ferramenta de transformação da indústria. Ele ponderou que essas mudanças só virão com “pessoas a frente dos processos”.

     

    Fonte: FIERN 

    0Comentários

    Acari receberá Encontro de Bandas e show SESI Big Band convida Waldonys

    Foto: reprodução

    Nesta sexta-feira, 10, acontece, em Acari, o II Encontro norte-rio-grandense SESI de Bandas Filarmônicas, promovido pelo SESI-RN/Sistema FIERN. O evento será realizado durante as festividades de Nossa Senhora da Guia. Além da 2ª edição desse importante encontro, haverá também show da SESI Big Band convida Waldonys. A programação é gratuita e livre para todas as idades.

     

    Tendo coordenadores como o maestro Eugènio Graça (SESI Big Band) e Bembem Dantas (Filarmônica de Cruzeta), o objetivo do Encontro é propagar e expandir a relevância das filarmônicas (orquestras independentes mantidas por entidades colaborativas ou privadas) para a formação do cenário musical do Rio Grande do Norte, além de fortalecer o valor histórico-cultural da existência dessas bandas pelo o interior do Estado.

     

    Na programação para o dia 10, estão previstas as seguintes bandas: Banda Filarmônica 24 de Outubro – Cruzeta; Filarmônica Onze de Dezembro – Carnaúba dos Dantas (maestro Márcio Dantas); Filarmônica Jimmy Brito – São José do Seridó (maestro Fernando Araújo); Filarmônica da Juventude de Florânia (maestro Damião Araújo); Banda Euterpe Jardinense – Jardim do Seridó (maestro Sanção) e Filarmônica Maestro Felinto Lúcio Dantas – Acari (maestro José Neto).

     

    Para o encerramento do II Encontro, a SESI Big Band, dirigida e regida pelo maestro Eugènio Graça, prepara show eletrizante com um repertório especial, passeando por várias nacionalidades e ritmos como o jazz, latin jazz, baião e chorinho ao lado do cantor e compositor nordestino, Waldonys. Será uma noite inesquecível!

     

    Sobre a SESI Big Band

     

    A SESI Big Band é uma orquestra de Jazz formada por instrutores e professores do projeto SESI ARTE do SESI-RN. É composta por saxofones, trombones, trompetes, tuba, contrabaixo, piano, guitarra, percussão e bateria. Formada em agosto 2013, já convidou para seus espetáculos, artistas nacionais e locais como Ed Motta, Ivan Lins, Yamandú Costa, Roberta Sá, Leonardo Amuedo, Claudio Infante, Baby Mendes, Lenine, Hamilton de Holanda, entre muitos outros.

     

    Fonte: FIERN